FALE CONOSCO

31   3270-3999

WhatsApp

31 99667-5531

Concurso

Departamento de Transportes Rodoviários do Estado Rio de Janeiro (Detro-RJ)

O atual presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado Rio de Janeiro (Detro-RJ), Carlos Luiz Martins Pereira e Souza, afirmou, no dia 02 de dezembro, que a autorização do concurso para 128 vagas, em cargos dos níveis médio e superior, é aguardada já para o primeiro trimestre de 2016. O processo para a abertura da seleção está sendo analisado em ritmo acelerado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). Trata-se de uma ótima oportunidade para quem almeja a carreira pública e a estabilidade empregatícia.
De acordo com o presidente do Detro-RJ, a avaliação está na reta final e, apesar da crise financeira que atinge o Rio de Janeiro, o concurso está confirmado. Carlos Luiz Pereira afirmou que há uma grande necessidade de novos profissionais, principalmente no cargo de agente de transportes, que exige o nível médio e oferece remuneração inicial de R$1.759,72. “Temos poucos profissionais para fiscalizar o Estado do Rio de Janeiro. Estamos com uma cobertura curta, precisando alternar os locais”, disse.
O presidente recomenda o início imediato da preparação, já que, segundo ele, o concurso vai ser aberto tão logo seja autorizado. “Aguardamos o sinal verde da Seplag. Ela está ciente da nossa necessidade de pessoal. Quero que todos sejam bem vindos e trabalhem com afinco e dedicação. As leis estão presentes no nosso site e os interessados devem baixá-las para começar desde já os estudos em busca de uma das oportunidades que serão disponibilizadas. O edital será publicado tão logo o certame seja autorizado, com certeza.”
A solicitação inicial, feita ainda na gestão anterior, inclui 83 vagas na área de fiscalização, que abrange os cargos de agente de transportes (nível médio) e inspetor de controle operacional (nível superior); e outras 45 na área de apoio, nas funções de agente administrativo (médio) e analista administrativo (superior). No entanto, essa distribuição poderá ser alterada de acordo com as necessidades atuais do Detro-RJ.
Além disso, será formado um cadastro de reserva, que será utilizado durante o prazo de validade da seleção, ainda não informado pelo órgão. Carlos Luiz Pereira afirmou que este ano de 2015 foi de ajustes, otimizando o serviço de ouvidoria com o intuito de conhecer o que os funcionários e a sociedade necessitavam, permitindo que 2016 seja o ano de aplicação das tais melhorias. “O próximo ano será de intensificação do contato com os usuários, além do processo de licitação das linhas intermunicipais. Ano que vem, a pretensão é saber o que os nossos cidadãos precisam. Vamos investir para melhorar tudo aquilo que foi avaliado negativamente”, destacou.
No último concurso do Detro-RJ, em 2006, com organização da antiga Fesp (atual Fundação Ceperj), as oportunidades foram distribuídas pelo Rio de Janeiro, Niterói, Campos dos Goytacazes, Cabo Frio, Volta Redonda, Angra dos Reis, Friburgo e Niterói. Já para esta próxima seleção, o presidente afirma que as áreas de atuação dos novos servidores serão adequadas de acordo com a necessidade.

De acordo com a Lei nº 6.835, de 30 de junho de 2014, que instituiu o novo Plano de Cargos e Remuneração do Detro-RJ, os vencimentos para os cargos de agente de trânsito e agente administrativo, de nível médio, são de R$1.759,72, porém com a inclusão de R$264 de auxílio-alimentação, a remuneração passa para R$2.023,72. Caso tenha nível superior, incidirá um adicional de qualificação (R$125), elevando os ganhos a R$2.148,72.
No entanto, no caso do agente, existe também uma outra gratificação, de desempenho de atividade de fiscalização (Gdaf), de até R$2.500, sendo atribuída em razão da realização das tarefas e das ações relacionadas exclusivamente à atividade fiscalizatória. “Estamos implantando, para 2016, os auxílios alimentação e transporte, e plano de saúde também. Os novos concursados já entrarão com direito a esses benefícios”, garante o presidente do Detro-RJ, que ocupa esse cargo desde o início deste ano.
Já para os cargos de analista administrativo e inspetor de controle de operações, os vencimentos iniciais são de R$4.229,76, mas com os R$264, a remuneração passa para R$4.493. Há também um adicional de R$210 para quem possui especialização, R$420 para mestrado e R$840 para doutorado. Dessa forma, as remunerações podem chegar a R$4.703,76, R$4.913,76 e R$5.333,76, nessa ordem. Assim como o agente de transporte, o inspetor também terá direito a receber a Gdaf, que, neste caso, é de até R$5 mil.
Fonte: FD

 


Informativos Mega

Para receber nossos informativos pelo whatsapp, pedimos por gentileza, que adicione nosso número em seus contatos: 31-99728-5431