FALE CONOSCO

31   3270-3999

Concurso

ENEM 2022


O Exame Nacional do Ensino Médio – Enem foi instituído em 1998, com o objetivo de avaliar o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Em 2009, o exame aperfeiçoou sua metodologia e passou a ser utilizado como mecanismo de acesso à educação superior. É o maior vestibular do país. Desde 2020, o participante pode escolher entre fazer o exame impresso ou o Enem Digital, com provas aplicadas em computadores, em locais de prova definidos pelo Inep.

As notas do Enem podem ser usadas para acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni). Elas também são aceitas em mais de 50 instituições de educação superior portuguesas. Além disso, os participantes do Enem podem pleitear financiamento estudantil em programas do governo, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os resultados do Enem possibilitam, ainda, o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.

Todos os estudantes que estão no ensino médio ou já concluíram os estudos poderão se inscrever na Página do Participante, por meio de login no portal.gov.br. Atenção: os estudantes devem possuir CPF próprio para fazer a inscrição. Seguindo a tendência das edições anteriores, o edital deve ser publicado em abril e as inscrições devem iniciar em maio.

Quem ainda não concluiu o ensino médio pode participar como “treineiro” e seus resultado no exame serve somente para autoavaliação de conhecimentos. A Política de Acessibilidade e Inclusão do Inep garante atendimento especializado e tratamento pelo nome social, além de diversos recursos de acessibilidade.

Os gestores do Inep estão propondo ao presidente do órgão para repetir perguntas de edições anteriores no Enem de 2022. Um dos motivos é a escassez do BNI (Banco Nacional de Itens), que reúne questões aprovadas para o exame.

Podem solicitar a isenção da taxa os estudantes:

– que estão no terceiro ano do ensino médio em escolas pública;
– que se enquadrem na Lei Federal nº 12.799/2013 (estudantes de escolas públicas ou bolsistas integrais de colégios particulares que tenham renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa);
– inscritos no CadÚnico (exige renda familiar de meio salário mínimo por pessoa ou renda familiar total de até três salários mínimos).

O Exame Nacional do Ensino Médio encerra o ano com a aplicação das provas em dois domingos consecutivos. São, em média, 3 a 5 milhões de inscritos todos os anos, com o objetivo de conquistar uma boa nota e garantir a vaga no ensino superior.

Os participantes fazem provas de 4 áreas de conhecimento. No primeiro domingo: Redação, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias, com duração de 5h30min. No segundo domingo:  Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias, no total são 180 questões objetivas, com duração de 4h30min.