FALE CONOSCO

31   3270-3999

WhatsApp

31 99915-7431

Concurso

Agente de Segurança Socioeducativo – MG

O Governo do Estado de Minas Gerais confirmou a realização de novos concursos públicos para provimento de vagas na área de segurança pública, com intuito de substituir agentes contratados em regime temporário.

O Assessor de Relações Sindicais da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Carlos Calazans, pontuou que 1.800 Agentes contratados terão vencimento do contrato em dezembro, e o Estado não pode prorrogar por mais tempo, já que terão atingido o prazo máximo permitido por lei, que é de oito anos.

O Subsecretário de Estado de Atendimento Socioeducativo, Danilo Emanuel de Oliveira Santos, afirmou que já está em pauta a realização de novo concurso com 2.300 vagas nas funções de agentes e técnicos para o sistema socioeducativo. Pontuou ainda, que atualmente são 1.500 Agentes contratados, de um total de 2.500 no sistema do Estado.

Foi anunciado ainda, pela Subsecretária de Gestão de Pessoas, Warlene Salum, que o Estado voltou ao limite prudencial de despesas estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que havia sido ultrapassado em janeiro deste ano. Sendo assim, existe ainda a possibilidade de realização de concursos públicos nas áreas de saúde e educação em Minas Gerais, para substituição de vagas oriundas de aposentadorias, demissões e exonerações.

O sistema de segurança conta com 432 técnicos habilitados a atuar diretamente na ressocialização de 70 mil presos, e esse número precisaria no mínimo triplicar para garantir algum trabalho de ressocialização efetiva. A situação pode piorar com a saída breve dos contratados, segundo o presidente do Sindicato dos Auxiliares, Assistentes e Analistas do Sistema Prisional e Socioeducativo, José Lino dos Santos.

Para os candidatos interessados em ingressar na carreira de Agente Socioeducativo,  é necessário que tenham formação em nível médio completo, com salário inicial de R$ 4.098,45.

Último concurso

O último certame aconteceu em 2013, com 820 vagas voltadas ao público masculino e feminino, e um total de 20.200 inscritos. Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva de múltipla escolha, redação, prova de condicionamento físico de testes específicos, exames psicológicos, comprovação de idoneidade e conduta ilibada, exames médicos e curso de formação técnico-profissional.

O cargo exerce atividades de vigilância e escolta intramuros e extramuros nos estabelecimentos da Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas, zelando pela integridade física, mental e emocional dos adolescentes em regime de internação e semi-liberdade.

A jornada de trabalho é de 40 (quarenta) horas semanais, em dedicação exclusiva, podendo ser desempenhada em regime de plantão, incluindo o período noturno, sábados, domingos e feriados. A contratação é pelo regime estatutário, que garante a estabilidade profissional.

 


Informativos Mega

Para receber nossos informativos pelo whatsapp, pedimos por gentileza, que adicione nosso número em seus contatos: 31-99728-5431