FALE CONOSCO

31   3270-3999

Concurso

Assistente Executivo de Defesa Social (Auxiliar Educacional)


Finalmente publicado o esperado edital para preenchimento de 211 cargos de Assistente Executivo de Defesa Social, na função de Auxiliar Educacional, com o requisito de nível médio de escolaridade.

A remuneração é de R$ 1.750,10, mas pode ser acrescida do Adicional de Local do Trabalho, chegando a R$ 2.406,39, para os servidores em exercício no Centro de Internação Provisória Dom Bosco (37,5%), ou R$2.275,13, para os servidores em exercício nas demais unidades socioeducativas (30%).

As inscrições deverão ser feitas no período de 16 de junho a 16 de julho de 2021, no site da banca organizadora do concurso, o Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP). A confirmação da inscrição se dará mediante o  pagamento da taxa de R$73,97. O requerimento de isenção da taxa poderá ser feito pelo candidato que não pode arcar com o seu pagamento no período de 16 a 18 de junho de 2021.

Os candidatos passarão por duas etapas: prova objetiva e avaliação psicológica. A prova objetiva terá de 60 questões, sendo quatro alternativas em cada uma delas. A pontuação máxima é de 100 pontos.

– Língua Portuguesa: 10 questões
– Raciocínio Lógico: 5 questões
– Informática Básica: 5 questões
– Noções de Direito: 10 questões
– Direitos Humanos:  10 questões
– Conhecimentos Específicos: 20 questões

As provas objetivas serão aplicadas no dia 15 de agosto de 2021, nos municípios de Belo Horizonte; Barbacena; Curvelo; Divinópolis; Governador Valadares; Itatinga; Juiz de Fora; Lavras; Montes Claros; Patos de Minas; Poços de Caldas; Pouso Alegre; Teófilo Otoni; Uberaba; Uberlândia e Unaí.

avaliação psicológica visa identificar se os candidatos possuem características compatíveis para o exercício da função de Assistente Executivo de Defesa Social – Auxiliar Educacional, conforme critérios estabelecidos no Edital. Somente serão convocados para a Avaliação Psicológica os candidatos aprovados na Primeira Etapa que obtiverem nota mínima (50%) e até o limite equivalente a 05 vezes o número de vagas oferecidas, incluindo os empatados na última posição e todos os candidatos portadores de deficiência aprovados, ficando os demais candidatos não convocados para esta etapa automaticamente eliminados do Concurso Público.

As atribuições do cargo compreendem:

– exercer atividades de natureza técnico-organizacional relativas ao aporte metodológico para a continuidade, desenvolvimento, execução, controle, coalização e implementação das ações governamentais, observando a caracterização, complexidade e responsabilidade exigidas para o desempenho da função;

– Realizar o acompanhamento dos adolescentes no desenvolvimento das suas atividades; atuar pedagogicamente no processo Socioeducativo dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa.

O último concurso com vagas para Assistentes Executivos, na função de Auxiliar Educacional, foi realizado em 2008, sob organização do Instituto de Gestão Organizacional e Tecnologia Aplicada – IGETEC. Na época, foram concorridas 44 vagas na carreira.

O edital ainda contemplava outras carreiras da secretaria de Defesa Social, somando um total de 1.170 vagas. Para os auxiliar, a avaliação compreendeu somente a prova objetiva, que consistiu em 60 questões sobre as disciplinas de Português, Noções de Direito e Legislação Específica, Gestão Pública e Conhecimentos Específicos.

Segundo a SEJUSP-MG, restam em seu quadro apenas 24 ASEDS atualmente, todos oriundos do último concurso. Como a seleção já teve seu prazo de validade vencido, novos aprovados só poderão ser contratados com o novo edital.

Outros concursos SEJUSP-MG

Os concursos SEJUSP MG  também visam o preenchimento de 2.420 cargos da carreira de Policial Penal (Agente de Segurança Penitenciário) e de 80 cargos da carreira de Agente de Segurança Socioeducativo, para o preenchimento de vagas e alocação nas diversas unidades.

Os novos Agentes de Segurança Penitenciários deverão ser nomeados como Policial Penal, pois a PEC nº 53/2020, que formalizar a transformação da carreira, está na fase de parecer da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, que em dezembro de 2020 publicou a aprovação pela constitucionalidade, legalidade e juridicidade.

Uma boa notícia é que em março de 2020 foi sancionada pelo Governador Zema a recomposição inflacionária de 13% para a segurança pública, a partir de julho de 2020, passando a remuneração do Policial Penal de R$ 4.098,00 para R$ 4.639,74.

Os interessados devem iniciar os estudos o quanto antes. A previsão é que o concurso tenha estrutura e conteúdo programático semelhantes aos da última seleção de Agente Penitenciário, pelo regime estatutário, em 2013.

 

 

 

Informações
Inscrições

16/06/2021 até 16/07/2021

Data da Prova

15/08/2021

Vagas

211 vagas

Remuneração

R$ 1.750,10

Organizadora

 

 

Informativos Mega

Para receber nossos informativos pelo whatsapp, pedimos por gentileza, que adicione nosso número em seus contatos: 31-99728-5431