Concurso

Correios


A realização do novo concurso da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT ainda em 2024 foi confirmada pelo presidente da empresa, Fabiano Silva dos Santos. Um grupo de trabalho foi formado para fazer a análise preparatória das necessidades e discutir o  plano de cargos, carreiras e salários (PCCs).

A nota também indica que já estão sendo feitos estudos internos sobre a necessidade de pessoal. Análise preliminar prevê a necessidade de, no mínimo, 6.919 servidores, além de 13.838 cadastros reserva de pessoal, o que corresponde a um total de 20.757 postos de trabalho.

O novo concurso já conta com um cronograma preliminar anunciado, mas ainda não oficial. Caso seja efetivamente seguido, a comissão organizadora deve ser anunciada no dia 6 de maio, com o início do processo licitatório para a escolha da banca em 14 de junho.

Antes, porém, a empresa deve preencher 770 vagas temporárias emergenciais. A confirmação foi feita pela Fundação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect). Segundo a entidade, a informação saiu de uma reunião com o presidente dos Correios e outros representantes da empresa. A tendência é de que as contratações emergenciais sejam feitas por meio terceirizações. O preenchimento está previsto para ocorrer até o início de março.

Não acontece um grande concurso para efetivos na empresa desde 2011 e a autorização para compor o quadro de pessoal depende da análise do Ministério do Planejamento, comandado pela Simone Tebet, e do aval de Esther Dweck, ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos.

O grande déficit de servidores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT ganhou relevância pela redução de 1.721 postos de trabalho no último trimestre de 2022,  aumentando a necessidade de um novo concurso público urgente.

A remuneração para os cargos de nível médio é de R$ 2.179,25, enquanto a dos cargos de nível superior é de R$ 6.333,54. Dentre as oportunidades, destacam-se funções como Carteiro, Operador de Triagem e Transbordo, Atendente Comercial, Suporte, Administrador, Advogado, Analista de Sistemas, Arquiteto, Assistente Social, Bibliotecário, Contador, Economista, Engenheiro, Estatístico, Museólogo, Pedagogo, Psicólogo e Técnico em Comunicação Social.

Embora tenham sido anunciadas cerca de 2.000 vagas para Agente de Correios em 2016, essa seleção nunca se concretizou. Em 2017, a empresa realizou um concurso exclusivamente para a área de Segurança do Trabalho, negligenciando outras posições essenciais. Em 2020, com a publicação de um decreto presidencial autorizando a privatização dos Correios, extinguiu-se qualquer chance de publicação de edital. Porém, com a revogação desse decreto em 2023, tornou-se urgente o concurso para contornar a falta de servidores.

 

  • Cursos
  • Curso: Correios - Conhecimentos Comuns

    Nível: Médio, Técnico, Superior

    Turno: -

    Início:

    Aulas:

    Tipo: Online