FALE CONOSCO

31   3270-3999

Concurso

O uso dos porquês

A aprovação em um concurso público é o desejo de muitas pessoas que sonham com uma carreira profissional estável, um bom salário e benefícios.

Mas para este sonho tornar-se realidade, é necessário muito estudo, dedicação, foco e planejamento. Para te ajudar neste processo, o Mega Concursos selecionou dicas de como utilizar o uso dos porquês.

Quando usar “por que”?

Em perguntas ou como pronome relativo, com o sentido de “por qual e “pelo qual”.

“Por que” separado e sem acento é usado no início das frases interrogativas diretas ou no meio, no caso de frases interrogativas indiretas.

Por que ele não voltou mais?
Por que isto é tão caro?
Queria saber por que você não me telefonou ontem.
Quando usado no meio das frases, “por que” tem a função de pronome relativo. Pode ser substituído por “por qual e “pelo qual”.

Exemplos:

O local por que passei é muito bonito. (O local por qual passei é muito bonito.)
A razão por que sobra sempre para mim, eu não sei. (A razão pela qual sobra sempre para mim, eu não sei.)
Não sei o motivo por que as pessoas têm dúvidas. (Não sei o motivo pelo qual as pessoas têm dúvidas.)

Quando usar “por quê”?

Em perguntas no fim das frases.

Separado e com acento circunflexo é usado no fim das frases interrogativas diretas ou de maneira isolada. Antes de um ponto mantém o sentido interrogativo ou exclamativo.

Exemplos:

O almoço não foi servido por quê?
Andar a pé, por quê?
Não vai errar mais? Por quê?

Quando usar “porque”?

Em respostas.

Grafado junto e sem acento é uma conjunção subordinativa causal ou coordenativa explicativa.

Pode ser substituído por palavras, como “pois”, ou pelas expressões “para que” e “uma vez que”.

Exemplos:

Não fui à escola ontem porque fiquei doente.
Leve o casaco porque está frio.
Não preciso de mais exemplos, porque já entendi.

Quando usar “porquê”?

Porquê (junto e com acento) é usado para indicar o motivo, a causa ou a razão de algo.

Aparece quase sempre junto de um artigo definido (o, os) ou indefinido (um, uns), podendo também aparecer junto de um pronome ou numeral.

Porquê pode ser substituído por:

o motivo; a causa; a razão.

Exemplos com porquê

Todos riam muito e ninguém me dizia o porquê.
Gostaria de saber os porquês de ter sido mandada embora.
Substituição do porquê
Todos riam muito e ninguém me dizia o motivo.
Todos riam muito e ninguém me dizia a razão.
Gostaria de saber os motivos de ter sido mandada embora.
Gostaria de saber as causas de ter sido mandada embora.
Porquê é um substantivo masculino, podendo sofrer flexão em gênero: o porquê, os porquês.

Em síntese: 

Perguntas = por que.
Respostas = porque.
Perguntas no fim das frases = por quê.
Substantivo = (o) porquê.

 


Informativos Mega

Para receber nossos informativos pelo whatsapp, pedimos por gentileza, que adicione nosso número em seus contatos: 31-99728-5431